sábado, fevereiro 28, 2009

Morre lentamente - Pablo Neruda

Um dos bonitos textos que circulam pela net...

Morre lentamente quem se transforma em escravo do hábito, repetindo todos os dias os mesmos trajectos, quem não muda de marca, não se arrisca a vestir uma nova cor ou não conversa com quem não conhece.
Morre lentamente quem faz da televisão o seu guru.
Morre lentamente quem evita uma paixão, quem prefere o negro sobre o branco e os pontos sobre os “is” em detrimento de um redemoinho de emoções, justamente as que resgatam o brilho dos olhos, sorrisos dos bocejos, corações aos tropeços e sentimentos.
Morre lentamente quem não vira a mesa quando está infeliz com o seu trabalho, quem não arrisca o certo pelo incerto para ir atrás de um sonho, quem não se permite pelo menos uma vez na vida, fugir dos conselhos sensatos.
Morre lentamente quem não viaja, quem não lê, quem não ouve música, quem não encontra graça em si mesmo.
Morre lentamente quem destrói o seu amor-próprio, quem não se deixa ajudar.
Morre lentamente, quem passa os dias queixando-se da sua má sorte ou da chuva incessante.
Morre lentamente, quem abandona um projecto antes de iniciá-lo, não pergunta sobre um assunto que desconhece ou não responde quando lhe indagam sobre algo que sabe.

Evitemos a morte em doses suaves, recordando sempre que estar vivo exige um esforço muito maior que o simples facto de respirar. Somente a perseverança fará com que conquistemos um estágio esplêndido de felicidade.

Pablo Neruda

ginástica

Hoje a professora de ginástica da Pipa veio falar comigo -" A Filipa tem potencial...tem força e coordenação"- disse ela. - "Ainda é bebé, mas se ela continuar a fazer ginástica temos que conversar".

Imagino que queira sugerir uma ginástica "mais a sério".

O não parar quieta parece servir para alguma coisa...pelo menos, vai treinando, e desenvolvendo, as suas capacidades fisicas :-)

Sorte!!!


Cá por casa andamos em maré de sorte...

Mais uma vez, este carnaval ,participámos nos Jogos dos professores

Num dos sorteios realizados ,saiu-me um fim de semana no Algarve. Noutro sorteio saiu ao Rui.

Assim ganhámos dois fins de semana, num aldeamento em Cabanas de Tavira. Não pode ser em época alta...mas sinceramente, gosto mais do Algarve quando há menos gente...

Ficámos bem contentes... :-))

E a Pipoca também...pois ir ao Algarve é um dos seus programas favoritos.

Era bom que a maré de sorte não terminasse por aqui...

Pela paz


Esta pombinha da paz voa de site em site. Ajudem-a a fazer a volta ao mundo, levando-a para o vosso blog.
Chegou ao meu blog no dia 28 de Fevereiro de 2009.
Assim como a M. fez...passo-a a todas as minhas amigas!!!!