sábado, abril 25, 2009

Treze gestos de um corpo

Vejam...
Treze Gestos de um Corpo

Eu simplesmente ADORO :-)
Não a vi, ao vivo, dançada pela CNB...apenas a vi, tanto nas versões, em masculino, e em femenino, dançadas pelo Ballet Gulbenkian.

É talvez das minhas coreografifas preferidas da Olga Roriz.

E a energia que transmite,especialmente, ao vivo...fabuloso.
Mesmo assim...vale a pena ver no youtube.

Aproveitem..
bjs

Pipoquices

Fomos as duas, e mais umas amigas,ver o espectáculo das Winx ao pavilhão Altântico.
Quando iamos na 2ª circular, virei-me para a Pipa e desabafei - "Uff, ainda bem que não há aqui muitos carros...estava com medo que demorassemos muito tempo nesta estrada, e chegássemos atrasadas ao espectáculo".
- Oh mãe, muitos carros não...muito trânsito!!!Não há muito trânsito.

Tirar os pontos

Ontem, a Pipoca foi tirar os pontos.
Mais uma vez portou-se muito bem.
Segundo o que ela me disse, não doeu nada. :-)
Acho que eu estava bem mais nervosa...é o que dá nunca ter tirado pontos.

Agora são mais 2 dias sem lavar a cabeça, para não haver risco de abrir um pouquinho.

segunda-feira, abril 20, 2009

Acho que não estou grávida :-(
O desgraçado do indesejado vai dar ares da sua graça este mês...já noto os sintomas (e apesar de semelhantes aos da gravidez, não me parece que sejam deste estado de graça)
Nem a injecção nos ajudou...
Agora vamos lá a ver se não atrsa devido ao uterogestan.

Já estou tão cansada destas "andanças"...acho que se não fosse pela Filipinha, desistia do 2º filho.

domingo, abril 19, 2009

Primeiros pontos... começa cedo :--(

Chegámos agora do Hospital.
A Pipoca partiu a cabeça. :-(
Teve que levar 3 pontinhos.

Fizémos hoje, em minha casa, uma festa de anos, surpresa, para a avó Estela e para o avô Zé, por isso a Pipoca ia-se deitar mais tarde. Estavamos nos preparativos para o sono. Ela tinha ido para o meu quarto, depois de vestir o pijama, e eu tinha ido buscar o leite à cozinha.

Foi um stress. Caiu no meu quarto, não sei como, (imagino que estivesse a saltar na minha cama...mas não tenho a certeza).Como ela estava sozinha no quarto não sei como caiu, nem porque caiu. Apenas a ouvi a chorar...e pelo choro notava-se que se tinha magoado. Corri para perto dela, e assim que coloquei a mão para ver onde se tinha magoado fiquei com a mão cheia de sangue. Percebi logo que o golpe devia ser grande, mas quando o vi, fez-me imensa impressão...parecia um enorme buraco.
Tapámo-lo com gase e um gorro e lá fomos nós para o Hospital de Cascais.
Fomos o caminho todo a falar com ela, e lá conseguimos que ela não adormecesse, apesar do adiantado da hora.
Eu estava nervosa...mas o facto de ela falar conosco e parecer estar bem disposta aliviava um bocadinho.

Ela estava cheia de medo de ir ao Hospital...não queria. Queria ir ao pediatra dela. Tive que lhe dizer que já era tarde e portanto o Dr. volker já estava a dormir.

Chegámos ao hospital e foi observada na triagem da pediatria. Portou-se muito bem.

Depois passámos para o atendimento geral, na parte dos adultos, para a cozerem.
Não é uma zona muito agradável...cheia de doentes em macas...tentei distraí-la daquele ambiente "pesado" e explicar-lhe que aquelas pessoas também tinham "dói-dóis", mas que já era tarde, e por isso estavam a dormir. (Ficou a achar que muitos se tinham magoado no dedo...na sua cabecinha isso justificava o soro)

A minha Pipoquinha portou-se lindamente.
Foi elogiada por toda a gente. Fiquei muito orgulhosa dela.
O médico estava a cosê-la. Ela estava sentada ao meu colo, sossegadae sem chorar.
A porta da sala estava aberta. Uma enfermeira espreitou e ficou admirada de estar ali um criança a levar pontos e ninguém dar por nada. Até, foi chamar uma outra colega para ver.
Disseram que adultos chegam a portar-se muito pior do que ela.
Ela colaborou sempre. Não desviou a cabeça, nem chorou uma única vez. Nem durante a anestesia.

Eu fui observando todo o processo do médico. Em alguns momentos impressionou-me um bocado...especialmente quando o médico deu a anestesia. Parecia que, ao injectar o liquido nas várias partes do golpe, ainda abria mais a ferida.
Eu a certa altura não devia estar lá com muito bom aspecto pois o médico perguntou-me: "A mãe não vai desmaiar pois não? Sente-se bem?". Fez-me bem responder-lhe que estava bem e sorrir.

A enfermeira que espreitou à porta, assim que o médico acabou de dar os pontos, entrou na sala para falar com a Pipoquinha, perguntou-lhe a idade, elogiou-a, e ofereceu-lhe uma seringa para ela brincar com as bonecas. A minha filhota ficou contente com o presente.

Sinto-me mesmo orgulhosa da minha "valente":-)
Daqui uma semana tem que tirar os pontos...espero que também não lhe custe muito.

Estes momentos são tão difíceis...foi um acidente "normal", nada de grave.
Apenas um golpe...uns pontinhos na cabeça..mas foi tão angustiante, para nós, vermos a nossa filhota querida, assim, e sentirmo-nos impotentes para a ajudar...o "beijinho no dói-dói" não curava esta ferida :-(

terça-feira, abril 07, 2009

Azar :-(

Isto de se ter hora marcada para tentar fazer um bebé tem as suas vantagens...e desvantagens :-(
Este mês parece que a injecção foi em vão :-(
O Rui chegou a casa muito mal disposto...já vomitou 8 vezes. Está de rastos :-(
O que é duplamente mau...


P.S. Afinal...mesmo com o Rui em baixo... a injecção não foi em vão :-)
A partir de 2ª feira começo uterogestan... e aguardaremos por novidades.

segunda-feira, abril 06, 2009

Uma ajudinha

Este ciclo tenho uma ajudinha para engravidar.:-)
A médica receitou-me um medicamento na forma de injecção (ovitrelle), para dar na barriga.
36 horas depois de o tomar irá dar-se a ovulação. Por isso, é fácil saber quando é que temos que namorar muito :-)
Segundo a médica tenho um "foliculo bem jeitoso" e uma "linda caminha".
Vamos lá a ver se será este mês...

A médica aconselha-me este tratamento devido à minha idade. Se eu tivesse menos 10 anos ficaria a tentar, naturalmente, mais uns tempinhos.

E já dei a minha primeira injecção na barriga... não custou nada :-)

Tempos modernos...

"Mãe olha, o F de Filipa, o P de pai, o M...de Macdonalds"