terça-feira, novembro 14, 2006

Desculpa Sara!!!

Hoje a Filipinha fez das suas...é o que dá já não ficar no parque.
Esta manhã, enquanto eu e o Rui nos arranjávamos, sua excelência, a brincar com o telefone ligou à Sara. O pior é que ainda nem 8 da manhã eram... e logo à Sara que precisa de dormir bem por causa da "panquequinha".
Temos que estar mais atentos...
Acho que vamos comprar uma daquelas cancelas, e colocá-la na porta do seu quarto. Pelo menos fica por lá, mais controlada...vamos lá a ver se não vai berrar para sair (é o mais provável).

Adeus diarreia:-)

A Filipa já está praticamente boa. Hoje já foi à creche, apesar de ainda está a fazer dieta.

sexta-feira, novembro 10, 2006

Diarreia viral

A Filipinha está com uma diarreia de origem viral.
Esta semana, na creche, vários meninos passaram pelo mesmo.
Apesar de não ser bom...foi no timing certo. Telefonaram-me da creche, ontem à tarde, a dizer que ela estava com diarreia e por sorte tinhamos a consulta dos 15 meses, às 17.30. Assim foi 2 em 1.
Hoje estamos em casa, pois é contagioso.
O tratamento não é nada de especial...apenas dieta e beber muitos liquidos.
Ela não tem febre e está bem disposta. Tem estado a brincar e, para variar, não pára quieta um segundo.

As novidades dos 15 meses

A Filipa já tem quase 10 dentes. Tem 6 em cima, 3 em baixo e tem um quase a nascer, em baixo. Ontem até tinha uma pintinha de sangue na gengiva. Deve andar incomodada :-(

O desenvolvimento está óptimo.
Continua pequenina e magrinha. Está no percentil 5 do peso e no P3 de altura. O único percentil, normal, é o do tamanho da cabeça. O pediatra, mais uma vez, não deu importância a estes valores...acha que provavelmente ela sai a mim. (Sempre fui pequena)
Medidas: 8 kg e 530g ; 72 cm.
O P. Cefálico é 46 cm.

A única preocupação é as suas maminhas. Ela tem as maminhas "grandes".T ocando-lhes notam-se aqueles caroçinhos que se têm qdo as maminhas começam a crescer. O pediatra aconselhou a esperarmos até os 18 meses e, nessa altura, se continuar assim irá fazer uma análise ao sangue. Na opinião dele, o mais prováve,l é ser um problema hormonal. Vamos esperar para ver e tentar não ficar muito preocupada.

Durante a consulta chorou todo o tempo que esteve nuazinha. Custou-me tanto (eu estava um pouco "K.O." pois tinha acabado de saber da notícia d post anterior.)

Tem bons pulmões, disse o pediatra.

quinta-feira, novembro 09, 2006

Estou angustiada

Estou triste :-( e a precisar de desabafar.
Hoje fui com a Filipa ao pediatra (Está tudo bem com ela depois conto).

Já conheço a enfermeira que trabalha no consultório há vários anos. Gosto imenso dela. É muito simpática e acompanhou todo o processo que passei ,até conseguir ter a minha filhota.
A irmã dela tb ficou grávida na mesma altura. Troquei com ela experiências de gravidez. Entretanto tivémos os bebés com um mês de diferença. A Filipa no inicio de Agosto e o sobrinho dela no iníicio de Setembro.
Sempre que eu ia ao consultório trocávamos experiências. Eu ia contando os avanços da minha filhota e ela ia-me contando o que o sobrinho dela já fazia.
Hoje, como habitual, perguntei-lhe pelo sobrinho e fiquei a saber que ele morreu.
Nem queria acreditar, parecia que ela não me estava a dizer aquilo.
O bebé teve uma leucemia fulminante e morreu em 60 dias. Acho que foi um caso rarissimo. Há 30 anos que não acontecia um caso destes no nosso país.
Custou-me imenso saber desta tristeza. Não consigo imaginar o sofrimento dos pais, dos tios...de todos os que gostavam dele.
Perder um filho deve ser a pior coisa do mundo.
Eu, infelizmente, já tive que lidar com a morte de crianças/jovens. Devido à minha profissão, já tive que enfrentar a morte de alunos, tb com cancro, e foram momentos muito difíceis...os piores da minha vida.
Mas... não sei se foi, por agora ser mãe, por sentir uma certa cumplicidade com a mãe deste bebé, não sei se foi por ele e a Filipa estarem em fases idênticas da vida... não sei porquê...mas digo-vos que fiquei destroçada. Há horas que só consigo pensar nisto... e só me apetece abraçar e beijar a minha filhinha.
Sinto um aperto no peito, uma angustia, uma tristeza...
Como conseguem os pais sobreviver a uma cois destas????

Desculpem-me o desabafo,

terça-feira, novembro 07, 2006

Parque

A Filipa conseguiu sair do parque. Claro que caíu no chão, mas felizmente, não se magoou. Apanhei um susto!
Ela já andava a ameaçar, ia tentando trepar, mas não conseguia grandes avanços. E eu ficava um pouquito tranquila.
Ontem, à tarde, deixei-a no parque, e saí da sala durante 30 segundos. Foi o suficiente para ela fazer esta proeza.
Já não a volto a deixar lá sozinha. E agora tenho um problema...como posso tomar banho, sossegada, se estivermos a duas sozinhas em casa? Terei que a colocar na cama de grades, mas vai berrar :-(
No parque, distraía-se com brinquedos e eu deixava sempre a televisão ligada no Baby tv. Conseguia que ela lá ficasse, sem chorar, durante algum tempo.
Temos que pensar noutras soluções... aceitam-se sugestões :-)