terça-feira, outubro 12, 2004

A minha história a tentar engravidar

Em Janeiro de 2003, após ter feito todas as análises da praxe, parei a pilula e começei a tentar engravidar. Foram alguns meses de ansiedade, na expectativa de engravidar, mas todos os meses era uma desilusão :-(
Em Outubro de 2003, finalmente, engravidei.
A 19 de Dezembro fui fazer a ecografia das 11 semanas onde se descobriu que o meu bébé tinha um higroma quistico (um liquido na cabeça e costas). A médica disse-me logo que teria que fazer amniocintese. De qualquer modo iriamos esperar 15 dias para ver a evolução do liquido.
Foram 15 dias angustiantes. Andei a pesquisar na net, e as perspectivas não eram nada animadoras. 75% dos bébés com este problema tinham anormalias cromossómicas.
Em Janeiro de 2004 voltei a fazer uma ecografia. O liquido tinha evoluido e agora o bébé tinha o liquido em todo o corpo 8hidropsia fetal generalizada). Já não havia nada a fazer, o bébé iria morrer mais tarde ou mais cedo. A melhor solução era o aborto.
Fiz amniocintese e dei entrada no hospital ,no dia seguintes, às 14 semanas de gravidez, para me provocarem o aborto.
Umas semanas depois tive o resultado da amniocintese. A minha bébé ( era uma menina) tinha trissomia 21.
Tive uma consulta de genética onde o médico me explicou que tinha sido um azar. Não era nada genético, tinha sido uma divisão errada no ovulo. A probabilidade de voltar a acontecer é quase nula.
Uns meses mais tarde voltei a tentar engravidar.
Em Junho, sentia-me grávida, fiz o teste em casa e deu positivo, tinha 1 dia de atraso. No dia seguinte apareceu-me o período. Fiquei desolada, falei com a minha médica que me disse que era muito frequente acontecer, disse-me para esperar mais tempo até fazer o teste.
No mês seguinte, novo atraso, esperei uma semana e fiz o teste. Deu positivo. Estava felicissima. No fim de semana seguinte, na praia, levei uma bolada na barriga (estavam uns miudos a jogar futebol junto à água, mas eu não os vi). Fiquei em pânico. Na 2ª fui à minha médica e fiz uma ecografia, estava tudo bem com o bébé, via-se o saco e o bébé, mas ainda não se via o coração (ainda era cedo). No dia seguinte começei a perder sangue e na 4ª feira já tinha abortado espontaneamente. Mais uma vez, fiquei desolada.
A médica mandou-me fazer análises, onde foi detectado um anticoagulante lupico, que poderá ser a causa dos abortos espontaneos. Na repetição das análises deu negativo. Portanto, não há certezas de nada...
Neste momento voltei a tentar engravidar. Quando o conseguir irei tomar mini aspirina, como forma de prevenção, para que não volte a perder um bébé.
Espero conseguir engravidar em breve...pois ter um filho é um dos meus maiores sonhos.
Desejem-me sorte!

Cristina

1 comentário:

Anónimo disse...

Olá Cristina
Desejo-te do fundo do coração muita sorte!!!!E amiga pensamento positivo pois irás conseguir ter o teu filhote!!!!
Muita sorte!!!
Beijocas Susy