sexta-feira, outubro 16, 2009

Reportagem Sic

Olá a todas,

No âmbito do projecto Artémis dei, esta semana, uma entrevista à Sic.
Irá para o ar, no jornal da noite, mas ainda não sei o dia. Assim que souber escreverei um post.
Foi um bocadinho complicada pois, ao contrário do que já fiz noutra altura, desta vez a entrevista foi em minha casa, e a minha Pipoca também esteve presente. Ou seja... a exposição será bastante maior.
Não sei como ficará...nem que selecção a jornalista fará do que eu disse. Só espero que não se perca as ideias fundamentais. E espero que traga esperança a mulheres que poderão estar a viver momentos dolorosos como os que eu passei.
Quando eu comecei a ter abortos de repetição, lembro-me de desejar muito, encontrar histórias de mulheres que tinham passado pelo mesmo e que já tinham conseguido concretizar o sonho de serem mães.
Como eu hoje...com a minha Pipoca...a minha Vitória!!!

Falar nas perdas já é "fácil" para mim...mas o que eu não estava preparada era para uma pergunta que a jornalista me colocou sobre o que senti quando tive a Pipa, pela primeira vez, nos meus braços. ...aí, emocionei-me e tive alguma dificuldade em reponder.
Vamos ver...estou curiosa para ver.

Bjs

5 comentários:

mamã Diana disse...

Fico a aguardar. Beijo grande :)

Ana disse...

És sem duvida uma mulher de muita coragem e valor.
É muito importante dar esperança a quem ainda não conseguiu concretizar o grande desejo de ser mãe, e acima de tudo, ouvir essa esperança vir de alguém que também já lá esteve, e venceu todos os obtáculos, e tem agora uma pipoca doce nos braços.
Bjs,
Ana

Maria Pereira disse...

Sem duvida que correu bem e dp conta qd passa na tv

Bjs

Lena disse...

Qeum tem ma mãe com ...Tem muita sorte é um ser especial!!!!!!!

Beijinhos

Sofia disse...

Quero muito ver!

És uma mulher corajosa! Não te conheço mas é fácil perceber nas tuas palavras a coragem que tens e a força que continuas a emanar para continuares a sorrir!
De facto quando conhecemos pessoas que passaram pelas mesmas coisas conforta o nosso (dolorido) coração. Mas, saber daquelas que conseguiram ultrapassar e ter a VITÓRIA sabe ainda mais... é aquilo a que chamo esperança. Deixamos de ter medo e passamos a acreditar.
O pensamento positivo (já comprovado cientificamente) ajuda em praticamente todas as situações!

Desculpa o testamento, mas não consegui evitar!

Beijos a dobrar
Quando souberes quando passa a reportagem avisa (manda mail please..adorava ver).

Sofia e o pequenino Martim a crescer a olhos vistos!